quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Leitura Bíblica: Lucas 7, 36-50


“Um fariseu convidou-o a comer com ele. Jesus entrou, pois, na casa do fariseu e reclinou-se à mesa. Apareceu então uma mulher da cidade, uma pecadora. Sabendo que ele estava à mesa na casa do fariseu, trouxe um frasco de alabastro com perfume. E, ficando por detrás, aos pés dele, chorava; e com as lágrimas começou a banhar-lhe os pés, a enxugá-los com os cabelos, a cobri-los de beijos e a ungi-los com o perfume” (Lc 7,36-38).

No Evangelho de hoje Jesus é convidado para uma refeição. Durante a ceia, uma mulher pecadora invade a casa. Além disso, ainda entra em contato físico com Jesus, tudo para escândalo do dono da casa.

Pobre Simão! Certamente convidara Jesus para comer em sua casa apenas porque ele era um “sucesso”, mas esqueceu de receber o convidado de honra com as regalias ditadas pelo costume. A recepção a Jesus não fora calorosa!

No episódio, Jesus aproveita a crítica muda do anfitrião com relação à mulher para ensinar. Onde faltara água, a mulher trazia lágrimas; onde faltara o beijo na face, ela beijara os pés; onde faltara o aroma comum, ela derramara o precioso nardo. A água, o beijo, o aroma, tudo era comum se oferecer aos convidados naquela época. Tudo muito além do ofertado por Simão foi o que a mulher pecadora ofereceu a Jesus; tudo com o mais puro amor. E Jesus perdoa todas as faltas daquela mulher!

Vejamos a atitude da mulher. Será que ela, do nada, decidiu invadir a casa, onde provavelmente só havia homens, apenas porque ouvira falar de Jesus? Eu creio que não. Jesus andava por todos os lados, entre os pobres e ricos, pecadores e justos. Em algum momento o olhar daquela mulher deve ter cruzado com o de Jesus e a partir daí ela se sentiu amada, perdoada, capaz dos gestos que fez, da ousadia de expressar o mais puro amor àquele que tinha (tem) o mais puro olhar.

E nós, perdoados que fomos pela morte de cruz de Jesus, estamos retribuindo a maior prova de amor com gestos de afeto, de gratidão para com o Crucificado?

A mulher do Evangelho de hoje muito amou. Peçamos ao Senhor que nos livre do moralismo de Simão e nos permita viver a experiência de sermos perdoados e capazes de amar demais a Jesus, adorando-O, especialmente nesta quinta-feira, dia de adoração ao Santíssimo Sacramento.

Senhor, volta para nós o Seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.

2 comentários:

Anônimo disse...

Amor divino.

elivaldo epifanio santos disse...

VAMOS TER MAIS AMOR COM NOSO JESUS E COM NOÇOS IRMÃOS COMTODS DE NOSA FAMILIA JESU ALERTA COMO NOS TEMOS DE VIVER SE NOS NÃO TEMOS AMOR COM NOSOS IRMÃOS NOS NÃO TEMOS AMOR CON JESUS A MULHER TEVE MAIS AMOR MESMO ASIM OS K ESTAVA PRESENTE EU PEÇOA PERDÃO A JESUS K PERDOA MEUS PECADOS MEUS EROS POR ONDE EU ANDEI PEÇO PERDÃO A JESUS POR TANTOS PECADOS K EU FIS EU AGRADESO POR MAIS UM DIA EU AGRADESO POR TODOS DE MINHA FAMILIA